Literatura, Sem categoria

13 de Maio de 1888: falsa abolição?

Em 1888 tinha fim a escravidão no Brasil. Mesmo com o fim da escravidão em território nacional, a população negra desde então mantêm-se submetida à condiçõs análogas à escravidão. É muito comum ouvirmos que o que houve na verdade foi uma falsa abolição. Há quem diga (em tempos de jornaismos fajutos e das mentiras que se tornam verdade) que os negros deveriam ser gratos à Isabel e cia pela assinatura da abolição. Quando ainda criança escutava alguns parentes dizendo “Cuidado porque a princeza assinou a lei à lápis, vai que álguém apaga”. Acredito que seja o desejo de muitos.

Capturar
Trecho do jornal “O Páis” sobre a assinatura da Lei Áurea em 1888.

 

Ainda falando em abolição e fontes de pesquisa, é sempre importante estarmos atentos às nossas leituras não faça de blogs sua fonte principal de conhecimento e pesquisa, digo isso mesmo escrevendo um. Deixo como indicação de leitura o livro “As abolições da Escravatura no Brasil e no Mundo” de Marcel Dorigny, publicado pela Editora Contexto.

O livro aborda a questão da abolição no mundo e seus diferentes contextos, sob a ótica da História Mundial. Nos capítulos são abordados temas como a resistência à escravidão, o surgimento e expensão do movimento abolicionista, a primeira abolição da escravatura e o futuro das sociedades pós-escravagistas.

Amauri Eugênio Junior cita em seu artigo publicado na CEERT – Centro de Estudo das relações de Trabalho e Desigualdade“E a desigualdade sociocultural, fruto da omissão e da negligência do Estado em relação a esse grupo, mostra que houve, na verdade, um falso processo de abolição da escravatura, em virtude da manutenção de perspectiva que julga a pessoa negra inferior em relação a outras etnias, o que fomenta a manutenção do racismo estrutural.”

abolição-beleza black power
Leis anteriores à Lei Áurea citadas no livro “As Abolições da Escravatura no Brasil e no Mundo”

O livro conta ainda com uma cronologia das principais leis mundiais relacionadas à escravidão de negros nos países, incluindo as leis promulgadas no Brasil. O livro é de leitura fácil e agradável, apesar do cunho histórico e documental, com 157 páginas que tornam-se rápidas demais e acabamos por querer mais informações.

CAPA-AS-ABOLICOES-DA-ESCRAVATURA_WEB-300x450

Você encontra o livro “As Abolições da Escratura no Brasil e no Mundo” de Marcel Dorigny, Editora Contexto nas principais livrarias do país.

Leitura recomendada e indispensável.

 

 

 

 

kelly-souza

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s