cabelo, cinema, empoderamento, TV

Eu não sou só o meu cabelo ou por todos os anos em que me resumi somente a ele

A autoestima da mulher negra não está somente no cabelo.

Nosso cabelo faz parte da nossa história, desde as lembranças de quando alisamos pela primeira vez (a maioria de nós ainda bem pequenas), das mães sofrendo para desembraçar e reclamando que a agente não parava quieta. Minha avó ainda se lembra de quando chegava a hora de pentear meus cabelos e eu corria e gritava pela casa, dizendo que não queria pentear porque estava duro.

Tudo isso ficou em minhas memórias, boas e ruins. Época em que não sabíamos como reagir aos insultos racistas ou que deixamos com que as outras pessoas decidissem sobre nossa aparência. Com o tempo aprendemos que somos donas dos nossos próprios corpos e cabelos, inclusive.

Eu já disse (e repito) por aqui, que se pudesse fazer um pedido para todas as mulheres negras, seria: conheçam o seu cabelo natural. E reforço, realmente a autoestima da mulher negra não está ligada somente ao nosso cabelo, nosso corpo e nossas memórias fazem parte do pacote.

Gorda demais, magra demais, cabelo alisado é feio, cabelo natural é duro, tranças são sujas e por aí vai. Cheguei a conclusão depois de todos estes quase 4 anos de cabelo natural, que não preciso agradar outra pessoa além de mim mesma.

Já sofri muito com o desprezo das pessoas com os meus cabelos curtinhos 4b/c, que não balançava, que não dava pra sacudir com a mão pra chamar atenção. Certa vez não souberam pentear meu cabelo num salão de beleza negra na cidade. Dias em que eu me senti péssima, mas nunca pensei em alisar. Me fortaleci e hoje acho o meu cabelo maravilhoso, sim e se o outro não acha já é um problema unicamente dele.

A partir de agora teremos spoilers do filme “Felicidade por um fio”, quem ainda não assistiu continue por sua conta e risco. 

felicidade-por-um-fio-netflix-review-1

Que experiência maravilhosa foi assistir “Felicidade por um fio” (Nappily Ever After) e perceber que o tempo todo o nosso cabelo está ligado diretamente a nossa autoaceitação. É um descobrimento de si mesma, mesmo com a pressão da sociedade, que só faz nos fortalecer.

A nova comédia romântica da Netflix, protagonizada pela atriz Sanaa Lathan me trouxe memórias afetivas, desde a mais uma vez os cuidados da mãe para nosso cabelo fosse impecável, até a sociedade que te aceita com os cabelos naturais, desde que não seja em ambientes formais ou elitistas e obviamente racistas (que embuste de noivo, fiquei torcendo pra que não ficassem juntos). 

felicidade por um fio

O filme apesar de nos emocionar (e muito) é leve e não vi como um clichê. Ás vezes precisamos disso, um afago na alma. Me identifiquei com várias falas da personagem, mas em especial uma em que ela diz que nós podemos ter o cabelo que quisermos ter, perucas, alisamentos, desde que saibamos também que nosso cabelo natural é lindo do jeito que é.

O clichê na verdade está em dizer para você ser o que quiser ser. É muito fácil dizer, mas às vezes complicado de aceitar nossos corpos como de fato são. A única coisa que posso afirmar é que trabalho a autoestima como um processo contínuo. Tive alguns problemas e me enfraqueci na luta, mas sigo firme na proposta de me achar a mulher mais linda do mundo. Espero que você também se veja assim e não desista por mais difícil que pareça.

Anúncios

Um comentário em “Eu não sou só o meu cabelo ou por todos os anos em que me resumi somente a ele”

  1. A coisa mais importante desse filme, a meu ver está na questão da identificação das situações pelas quais a personagem passou, desde a infância até os momentos íntimos, quando não dá nem pra tocar no cabelo rsrs. Indescritível também a sensação de uma carícia na sua “careca”, um arrepio só, a abeça quase que vira uma zona erógena. Por fim a aceitação da nossa identidade em sua plenitude. Filme show de bola, ponto pras novinhas que vão crescer se identificando na telona desde cedo, já no meu caso, foram 50 anos de espera.
    bjokk!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s