Sem categoria

O protagonismo negro em todos os lugares

Procuramos por protagonismo em toda parte. Na tv, no cinema, nas revistas, jornais e em todos lugares.

Ultimamente quase todo mundo tem uma ou duas séries favoritas e porque não também assistirmos séries onde somos representados? Assisto várias séries e sempre procuro me identificar e me sentir representada.

Já assisti muitas e ainda acompanho muitas séries e deixo algumas das minhas percepções.

How to Get Away With Murder – a protagonista é Viola Davis e além dela temos vários negros inseridos na trama. E olha só, a personagem de Viola Davis é uma mulher negra bem sucedida e importante (apesar dos seus problemas pessoais).

viola davis.gif

Black – ish, Ela Quer Tudo e Cara Gente Branca, Insecure – as séries são quase 100% de elenco negro, mas por um motivo: a temática é quase toda sobre racismo e estereótipos. Em Black – ish, uma série maravilhosa de humor, uma família negra de classe média alta lida com situações racistas quando são os únicos negros no bairro e em outros ambientes que frequentam.

 

 

Já em Ela quer tudo traz a história de Nola Darling. Toda mulher negra deve assistir. Creio que seja praticamente impossível não se identificar com uma parte sequer quando tratam sobre a sexualidade da mulher negra e obviamente machismo e racismo. Em Cara Gente Branca vários recados são passados sobre o racismo na academia e a dificuldade de se encarar uma universidade sendo uma pessoa negra, sendo ela rica ou pobre. Insecure conta a história de amigas negras, seus relacionamentos, trabalho e vida social como mulheres negras num mundo hipócrita e mais uma vez racista.

É maravilhoso ver um elenco quase 100% negro, mas sem falar exclusivamente sobre racismo e escravidão. Em Insecure podemos ver isso e é extremamente gratificante. Óbvio que queremos representatividade na tv, mas nem sempre queremos falar sobre escravidão, temos vidas comuns, trabalhamos, estudamos e pasmem, até nos casamos.

insecure-creator-issa-rae-says-lack-black-female-friendships-represented-television.png

Doctor Who – a série com mais de 50 anos é o meu xodó. Vez ou outra aparece um personagem negro que permanece por um tempo maior na série. Na última temporada, tivemos uma protagonista negra e lésbica, o que foi um avanço de anos. Lembrando que a série é britânica. e em sua nova fase terá uma mulher como protagonista, um avanço enorme e que nem todos receberam com bons olhos (os machistas, claro).

10940550-low_res-doctor-who-s10.jpg

Às vezes ao assistir uma série repleta de atores brancos, sempre me pergunto o porquê não estou me vendo ali. Por melhor que seja a série, acabo desanimando e desistindo.

Estou assistindo algumas séries novas disponíveis na Netflix e logo menos volto para contar o que achei.

E você, quais séries são suas favoritas? De qualquer forma, procure por representatividade. Ela importa e muio.

Kelly Souza

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s