Cultura, Literatura

LEIA AUTORES NEGROS | Éle Semog

Luiz Carlos Amaral Gomes, conhecido como Éle Semog nasceu em Nova Iguaçu / RJ em 1952 e viveu durante a adolescência nos subúrbio do Rio de Janeiro.

Graduado em Análise de Sistemas e especialista em Administração de Empresas, Éle Semog participou do ressurgimento do movimento negro na década de 1970, participando dos grupos “Garra Suburbana” e “Bate Boca” que eram voltados para a escrita de poesias, onde publicou seus primeiros poemas.

“Éle Semog não sabe exatamente quando começou a escrever literatura, mas lembra que quando estava no quinto ano do curso primário, ganhou o primeiro lugar da escola num concurso de redação promovido pelo Jornal O Globo. Para ele a literatura, como manifestação artística, começou quando tinha uns quinze, dezesseis anos.” Trajetória Éle Semong

O escritor foi responsável pela realização, juntamente com outros poetas do I, II e III Encontro Nacional de Poetas e Ficcionistas Negros Brasileiros, que aconteceram em  São Paulo e no Rio de Janeiro. Em 1984 fundou o grupo Negrícia – Poesia e Arte de Criolo e participou do projeto “90 anos de Abolição da Escravatura” e em 1980 recebeu a monção especial do do Prêmio Fernando Chinaglia.

Éle Semog.png

Obras publicadas

  • O Arco-Íris Negro (poemas, co-autoria José Carlos Limeira. Ed. dos autores, Rio de Janeiro, 1979);
  • Atabaques (poemas, co-autoria José Carlos Limeira. Ed. dos autores, Rio de Janeiro, 1984)
  • O griot e as muralhas (biografia do senador Abdias Nascimento, Ed. Pallas, Rio de Janeiro, 2006)
  • 1980-2005: 25 anos de movimento negro (coordenação, edição de textos e texto publicado), MINC/Fundação Cultural Palmares, Rio de Janeiro, 2006)
  • Essas poéticas negras (organização, edição de textos e textos publicados), Ed. Centro de Articulação de Populações Marginalizadas, Rio de Janeiro, 2006)
  • Curetagem (poemas, Ed. do autor, Rio de Janeiro, 1987)
  • A cor da demanda (poemas, Ed. Letra Capital, 1997)
  • Incidente Normal (poemas, Grupo Garra Suburbana, Ed dos autores, Rio de Janeiro, 1977) Ebulição da Escravatura (poemas, Ed. Civilização Brasileira, Rio de Janeiro, 1978) ; Cartões e postares de poesia (Grupo Bete-Boca de Poesia, Ed. dos autores, Rio de Janeiro, 1980)
  • Cadernos Negros 3 e 4 (poemas e contos, org. Cuti, Ed. dos autores, São Paulo, 1980 e 1981)
  • Cadernos Negros 6 a 10 e 12 (poemas e contos, org. Quilombhoje, São Paulo, 1983 a 1987 e 1989)
  • Cadernos Negros 19 e 20 (poesias e contos, org. Quilombhoje, Ed. Anita, São Paulo, 1996 e 1997)
  • Axé – Antologia da Poesia Negra Contemporânea (poemas org. Paulo Colina, Ed. Global, São Paulo, 1982)
  • A Razão da Chama, Antologia de Poetas Negros Brasileiros (poemas, org. Oswaldo de Camargo, Ed. GRD, São Paulo, 1986)
  • Criação crioula nu elefante branco (ensaios, org. Cuti Miriam Alves e Arnaldo Xavier, Secretaria de Estado de Cultura, São Paulo, 1987)
  • Pau de Sebo – Coletânea de Poesia Negra (poemas, Org. Júlia Duboc, Ed. Projeto Memória da Cidade, Cadeira de História E.E.P.G. Tiradentes, São Paulo, 1988)
  • Revista Tempo Brasileiro 92/93: O Negro e a Abolição (Ed. Tempo Brasileiro Ltda., Rio de Janeiro, 1988)
  • Schwarze Poesie – Poesia Negra (poemas, org. Moema Parente Augel, Edition Dia, St. Gallen/Köln, Alemanha, 1988)
  • Ad libitum Sammlung Zerstreeng r 17 (poemas, Ed. Volk und Welt, Berlin, 1990)
  • Poesia negra brasileira: antologia (poemas, org. Zilá Bernd, ed. AGE:IEL:IGEL, Porto Alegre, 1992)
  • Poema Fanzine Urbana – Urbanos poetas (poemas, ed. dos autores, Rio de Janeiro, 1993)
  • Schwaarze prosa/Prosa negra – Afrobrasilianische Erzahlungen der Gerenwart (contos, org. Moema Parente Augel, Belim:São Paulo, Edtion Diá, 1993)
  • Amigos (poemas, Ed. Casa Pindahiba, São Paulo, 1994)
  • Callaloo vol. 18, number 4 (poemas, The Johns Hopkins University Press, 1995)
  • Poema Fanzine Urbana – 10 anos (poemas, ed. dos autores, Rio de Janeiro, 1995)
  • Os Arcos e a Lira (poemas, org. Ângela Melim, Carlos Lima e Renato Casimiro, Ed. Oficina de Poesia Mario Faustino, Rio de Janeiro, 1998
  • Santa Poesia (poemas, org. Cleide Barcelos, ed. dos autores, Rio de Janeiro, 2000)
  • Quilombo das Palavras – A literatura dos afro-descendentes (poemas, Org. Jônatas Conceição e Lindalva Barbosa, Ed. CEAO/UFBA, Salvador, 2000)
  • Revista do SEPE, Ano 2 n°s 5 e 6, novembro de 1999/abril de 2000 (poema da contra-capa, Ed. Sindicato dos Profissionais de Educação do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1999).
  • Poema Fanzine Urbana – 15 Anos: Overdose de poesia (poemas, Vidarte Urbana Edições, Rio de Janeiro, 2001)
  • O negro em versos (Org. Luiz Carlos dos Santos , Maria Gales e Ulisses Tavares). São Paulo: Moderna, 2005

Leia autores negros!

cropped-design-sem-nome.png

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s