Literatura

Série Leia Autores Negros | Michel Yakini

Escritor, cronista e produtor cultural, Michel Yakini é paulista e participa ativamente da literatura periférica de São Paulo.

Fundador do Coletivo Sarau Elo da Corrente, Michel Yakini consegue colocar em prática a relação Rap, cultura popular e literatura, juntamente com os jovens periféricos. O Coletivo também é responsável por editar, divulgar e comercializar os livros dos seus integrantes, fazendo com que a literatura esteja cada vez mais presente mesmo que de maneira alternativa no mercado editorial.

Obras Publicadas *

  • Desencontros. São Paulo: Ed. do Autor, 2007.
  • Acorde um verso. São Paulo: Elo da Corrente Edições, 2012.
  • Crônicas de um peladeiro. São Paulo: Elo da Corrente Edições, 2014.
  • Antologia Cadernos Negros 36. Organização de Esmeralda Ribeiro e Márcio Barbosa. São Paulo: Quilomboje, 2013.
  • Pode pá q é nois q tá. Edições Mesquiteiros, 2012.
  • Sarau da Ademar. Coletivo Sarau da Ademar, 2012.
  • Sarau Perifatividade. Coletivo Perifatividade. 2012.
  • Do Luto a Luta. Organização de Movimento Mães de Maio, 2011. Sarau da Brasa. Organização de Coletivo Cultural Poesia na Brasa. Vol.2. São Paulo: Elo da Corrente Edições, 2010.
  • Sarau da Brasa. Organização de Coletivo Cultural Poesia na Brasa. Vol. 1. São Paulo: Elo da Corrente Edições, 2009.
  • Cadernos Negros 32. Organização de Esmeralda Ribeiro e Márcio Barbosa. São Paulo: Quilomboje, 2009.
  • Antologia poesia na Brasa. Organização de Coletivo Cultural Poesia na Brasa. São Paulo: Ed. dos Autores, 2009.
  • Negrafias – literatura e identidade. Organização de Marciano Ventura. Vol.2. São Paulo: Ciclo Continuo, 2009.
  • Negrafias – literatura e identidade. Organização de Marciano Ventura. Vol.1. São Paulo: Ciclo Continuo, 2008.
  • Sarau Elo da Corrente – prosa e poesia periférica. Organização de Michel da Silva e Raquel Almeida. São Paulo: Elo da Corrente Edições, 2008.
  • Pelas periferias do Brasil. Organização Alessandro Buzo. Vol.1. São Paulo: Suburbano Convicto Edições, 2007.
  • Cadernos Negros 30, Organização de Esmeralda Ribeiro e Márcio Barbosa. São Paulo: Quilomboje, 2007

*Informações via Literafro UFMG

michel-yankini.png

“Um tópico de crucial importância na poesia de Michel Yakini é a abordagem dos elementos relacionados à diversidade social e cultural afrobrasileira. O tema se anuncia no próprio título Acorde um verso, sugerindo diferentes interpretações que estabelecem contato entre si, obedecendo ao projeto poético de um autor que quer tratar de questões que atingem esta comunidade a partir de um ponto de vista interno ao afrodescendente. Tal condição integra sua história de vida e certamente terá algum peso em sua escrita.” Resenha feita por Harion Custódio sobre o livro “Acorde um verso”.

Em entrevista ao site Palavra Comum, o autor afirma que atualmente no Brasil encontramos uma produção literária diversificada e independente, que surge com letras vindas de pessoas negras, periférica e feminina, mas ainda pouco prestigiada pela indústria cultural e das grandes mídias, uma vez que representam “um contraponto a esse perfil elitista, másculo e branco que sempre representou a literatura brasileira, e que não dá conta da diversidade cultural presente no país”, segundo palavras do autor.

Leia Michel Yakini. Leia autores negros!

Por Kelly Souza

bbp_texto

Anúncios

Um comentário em “Série Leia Autores Negros | Michel Yakini”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s