cinema, racismo, representatividade

Leslie Jones sofre ataques racistas na internet ou Mulher negra não pode estar no cinema

Leslie Jones sofreu ataques racistas via twitter na última segunda-feira.

Qual a novidade nisso? Nenhuma. Infelizmente.

Leslie Jones interpreta Patty Tolan em Ghostbusters (Os Caça Fantasmas). Desde os primeiros rumores sobre esta nova versão do filme, com mulheres nos papéis principais, os machistas (nerds e geeks) de plantão trataram logo de criticar com frases do tipo “Mulheres? Esse filme não vai dar certo.” ou “Vocês precisam parar de mudar tanto os personagens assim, não são escritos para mulheres”.

Após a estreia do filme, com boa aceitação do público, apesar do não esperado, vimos as garotas, sim sentindo-se representadas por aquelas mulheres no cinema.

os caça fantasmas.jpg
Esta imagem

Mas no caso, Leslie Jones, como praticamente toda mulher negra, além de sofrer com o machismo, acaba por ser vítima também do racismo. A atriz foi atacada no twitter, por ser mulher e por negra (fora dos padrões aceitáveis). Após tantos insultos racistas, a atriz que dizia estar feliz com a estreia e a receptividade do público em relação ao filme, decidiu encerrar sua conta na rede social.

Em meio a toda essa turbulência quanto ás questões raciais nos EUA, registramos mais um caso de racismo. No Brasil, registra-se quase que diariamente situações semelhantes.

leslie jones.png

“Espero que vocês vão atrás deles da mesma forma como eles tão vindo para cima de mim”, disse Leslie que agradeceu o apoio dos fãs e completou: “Eu deixo o Twitter nesta noite entre lágrimas e com o coração muito triste. Tudo isso porque fiz um filme. Você pode odiar o filme, mas a merda que eu recebi hoje… Errado”. O problema não é filme, Leslie. O problema é a mulher negra em destaque.

Quem lê e acompanha o Beleza Black Power, sabe que já falei aqui e aqui e aqui em relação aos negros no cinema e na tv. Não é de hoje que atrizes negras sofrem ofensas racistas nas redes sociais e isso aparentemente não irá mudar.

A representatividade importa e muito, quando a criança negra (ou até mesmo um adulto, falo por mim) vê no cinema uma mulher negra num papel importante. O que segundo Leslie em entrevista ao programa da Oprah, foi muito importante também para sua carreira.          leslie-jones-oprah.png

Li dias atrás em algum lugar da internet que os homens de hoje, deveriam deixar sua babaquice de lado, porque cresceram. As crianças de hoje precisam ser representadas também e acredito que nenhum garoto de 9 ou 10 está preocupado com mulheres como protagonistas em “Os Caças Fantasmas”.

leslie-jones-capa-revista-elle.png
Leslie Jones para a revista Elle

Quanto ao racismo, podemos falar pouco não é mesmo? Na tv, no cinema e até no teatro nacional pouco podemos ver mulheres como Leslie ou Lupita em papéis de destaque, além da cozinha ou em situações subalternas. Os padrões ainda prevalecem por aqui, portanto enquanto falamos de Leslie, mulheres negras como Nayara Justino são execradas nas redes sociais por não estar dentro dos “padrões” socialmente aceitos.

É inadmissível que ainda em 2016 atrizes negras como Leslie Jones sofram racismo. É ainda mais inadmissível negar a elas estes papéis tão importantes como é de costume no Brasil.

Muito falamos e pouco fazemos.

Reflitam.bbp_texto

Anúncios

2 comentários em “Leslie Jones sofre ataques racistas na internet ou Mulher negra não pode estar no cinema”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s