cinema, racismo, representatividade

Cinema pra quem?

Oscar 2016: nenhum negro indicado  a nenhuma categoria. Novidade? Não mesmo. Mas desta vez a reação foi diferente. Funciona praticamente desta forma desde 1929, quando houve a primeira premiação.

Atores como Jada e Will Smith, resolveram boicotar a cerimônia. O movimento foi bem recebido pelos negros norte americanos e também de outros países.

boicote-oscar2016

Que não há oportunidade no cinema para atores negros, todos nós sabemos, mas o problema é bem maior.

Antes mesmo do boicote à cerimônia, o comediante Chris Rock já havia sido escolhido para ser o apresentador de 2016.

Esperávamos um belo discurso, dotado de militância e dando voz ao povo negro que não estava sendo representado. Chris, conhecido pelo seu humor ácido e irônico fez um discurso apontando o dedo para todas as questões dos negros norte-americanos.

Leia parte do discurso de Chris:

“A grande questão é: por que estamos protestando? Por que nesse Oscar? É a 88ª edição do prêmio. Quer dizer que essa coisa toda de não indicarem negros aconteceu pelo menos outras 71 vezes. Você imagina que poderia ter acontecido nos anos 50, nos 60… e tenho certeza de que não houve indicações. Sabe por quê? Porque nós tínhamos coisas de verdade para protestar contra naquela época. Estávamos ocupados demais sendo estuprados e linchados para se importar com quem venceu [na categoria] melhor direção de fotografia. Quando a sua avó está enforcada em uma árvore, é realmente difícil pensar em quem venceu o melhor curta-metragem de documentário estrangeiro.”

“Mas o que aconteceu este ano? As pessoas ficaram furiosas! Spike [Lee] enfureceu-se, Jada [Pinkett-Smith] enfureceu-se, Will [Smith] enfureceu-se. Todos ficaram enfurecidos. Jada disse que não viria, em protesto. Jada boicotar o Oscar é como eu boicotar a calcinha da Rihanna. Eu nem fui convidado! Está aí um convite que eu não recusaria.”

“Mas entendo que tenham ficado furiosos. Jada, Will… eu entendo. Entendo que Will é tão bom e nem foi indicado. Também não acho justo que Will tenha recebido US$ 20 milhões por ‘As Loucas Aventuras de James West’!”

“Este ano as coisas vão ser um pouco diferentes no Oscar. Na parte do In Memoriam vão mostrar pessoas negras que foram baleadas por policiais a caminho do cinema. Sim, eu disse!”

(Assista ao vídeo com o discurso completo aqui)

Muitos se frustraram com o discurso. No primeiro momento confesso que fiquei chocada, até repensar sobre o que de fato está acontecendo. Como já dizia Viola Davis, falta oportunidade! Não se pode premiar alguém por um papel que simplesmente não existe.

Como bem disse Chris Rock, atores como Leonardo Di Caprio recebe papéis importantes todos os anos, isso acontece com Jammie Fox ou  Octavia Spencer? Claro que não.

A indignação de muitas pessoas se deu pelo discurso leve e extremamente político feito pelo comediante, falando de maneira sarcástica mas ao mesmo tempo bem humorado. Mesmo assim, o desconforto de algumas pessoas brancas na plateia foi notável.

Além de colocar o dedo na ferida, Chris pecou em desmerecer o movimento pró-boicote de Jada. Desmerecer a militância de alguém que luta por mais oportunidades não era necessário. Como se defende o aumento dessas oportunidades expondo de maneira vexativa uma mulher negra frente a centena de brancos? Não convém. Lastimável.

O discurso foi extremamente importante para que questões como  o genocídio dos jovens negros pela polícia e a ausência dos negros no cinema tivesse uma visibilidade gigantesca e mundial.

A academia é racista? Sim, muito. Hollywood é racista? Extremamente. O cinema nacional é racista? No mesmo nível. Mas o problema vai muito além e não será resolvido num discurso no Oscar.

Negros não devem ser escolhidos somente para papéis em filmes de escravidão ou empregadas domésticas. Temos atores e atrizes extremamente competentes para representar médicos, cientistas e grandes papéis no cinema.

oscar-RACISMO.jpg
Fonte Almanaque Virtual

 

Merecemos muito mais. Queremos oportunidade. Queremos nosso espaço.

Abraços e até a próxima.

 

Anúncios

4 thoughts on “Cinema pra quem?”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s